Publicado por: marianammachado | novembro 12, 2012

In Rome with so much love!

Passar a lua de mel numa cidade como Roma, so nos deixa mais romaticos e apaixonados. Ver um pedido de casamento em plena Fontana di Trevi é então amor puro!

Hoje nosso dia começou tarde. Não acordamos quando o Edwig (que nao é nada Ingles, como eu havia imaginado) bateu na nossa porta pra trazer o cafe da manha. Ficamos entao com as coisinhas que haviam deixado de antemão no quarto.

Saimos em direção ao Centro Storico e claro, nos perdemos. Mas foi uma perdida proveitosa pois vimos a Chiesa di Santa Suzanna – que ~e lindona – e achamos a loja da Vodafone, onde compramos o chip da internet (20 euros) e agora estamos para sempre conectados! weee!

Ainda nessa linha sem rumo, fomos para na Piazza della Republica, onde visitamos a Basilica Santa Maria degli Angeli. Uma bonita e enorme igreja. Descemos pela Via Nazionale, onde compramos uma cerveja Peroni para experimentar a cerveja local – uma boa bosta.. hehehe…igual a todas as outras. Continuamos até a via delle quattro fontaine, onde vimos as quatro fontes, mas nao enchemos nossa garrafinha. Enchemos em outras fontes menos turisticas ja que a agua por aqui ~e totalmente potavel (a nao ser que haja uma placa dizendo non-potabile).

Continuamos descendo essa rua e chegamos na fontana del tritone, que é meio caida… nao vale a visita. Viramos a esquerda e fomos em direção à Fontana di Trevi, onde fomos recepcionados por varios indianos vendendo fotografias (algumas horas depois vendiam brinquedos luminosos, e mais a noite quando os casais surgem, flores… um interessante case de marketing ).

Obviamente eu joguei uma moedinha na fontana. Diz a lenda, que uma moedinha faz vc voltar, duas saouma paixão italina e a terceira garante casamento… como estou bem nesse quesito fiquei só na primeira.

Ja estavamos com fominha e resolvemos comer uma pizzazinha so pra fazer um lanche… mas foi ERRO! Era enorme o pedaço e acabou sendo nosso almoço. Ao lado da pizza, havia uma lojinha de queijose presuntos bem pequenininha, quase em frente à fonte. La, vaaaarios executivos almocavam sanduiches montados ali na frente do balcao. Muito mais interessante. Euainda levei uma bronquinha de um taliano que me mandou comer mais devagar… hahaha… foi engra~cado. Eles aqui ODEIAM a ideia de fast food.

Indo em dire~cao ao pante”ao passamos pela piazza di pietra, que temo templo adriano. Tiramos fotos.

Chegamos finalmente ao Panteão (Pantheon – do grego pan – todos e theon – deuses). Ê realmente impressionante. Ele fica napiazza de la rotonda e quando vc entra, vc se sente minusculo perto daquela aboboda gigante. Vale descansar um pouquinho nos bancos, ja que ali virou uma Igreja católca.

No caminho para a piazza Navonnapassamos pela Chiesa San Luigi dei Francesi, onde vimos impressionantes obras de Caravaggio. Vale a visita. O trabalho do homem è impressionante.

Finalmente chegamos à Piazza Navonna onde vimos as famosas fontes e o lindo predio da embaixada brasileira. Eu enlouqueci com uma lojinha de papeis e artigos de couro feitos artesanalmente chamada Manufactus. Eu comprei um lindo album para as fotos de roma por 35 euros. Minhas fotos ser”ao guardadas em grande estilo. Tomamos um gelato de Amarena (cerejas). A piazza ~e cercada de restaurantes, mas eles são super turîsticos e um pouco caros. Recomendo andar nas ruas que cercam a praça, para uma escolha mais acertada.

Seguimos em direção à Chiesa del Gesu – e passamos por outras igrejas e fontes e monumentos – porque roma é assim: cada esquina uma surpresa. A Chiesa del Gesu e super bonitona e tem a Capella de Sant’Ignazio que vale a pena a visita, mas depois de um dia de igrejas impressionantes e monumentos surpreendentes ela ficou meio pro fim da fila.

Perto dessa Igreja fica o Largo di Otrre Argentina, onde estão algumas escavações interessantes. Seguimos dali em direção ao Campo de Fiori – De dia vende-se flores, de noite é uma badalada praça com restaurantes e bares. Jã esta um tanto quanto turistico, com garcons lutando por voce… Mas a ruazinhas em volta da praça podem trazer boas surpresas. Nos fomos ao “Osteria Del Gallo”, um restaurante que fca escondidinho, numa ruela que nao sei o nome. Foi tudo muito bom, e não tão caro – eles oferecem inclusive massa sem gluten…

Voltamos ape ao nosso hotel. Paramos para comprar um vinhozinho e que bela surpresa: o vendedor nos idicou um de 7 euros de uma uva que so da em dois meses no ano – o vinho novello. Um vinho jovem e fresco que combina bem com queijos e presuntos vendidos por aqui (ok, nao entendo nada de vinho, mas esse eh bonzão e tudo que eu queria era um queijinho pra acompanhar.

Agora, estamos organizando as coisas pra amanha: Vaticano,la vamos nos…

 

ps.: em breve acrescentarei algumas fotos ao post.

 

 

 

]e

20121113-003522.jpg

20121113-003541.jpg

20121113-003548.jpg

20121113-003531.jpg

20121113-003554.jpg


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: