Publicado por: marianammachado | julho 28, 2011

Quarta – 27/07/2011 – Tchau Londres!

Depois do tradicional café da manhã no Paul, fomos ao British Music Experience. Esse “museu” fica no O2, que é uma arena para shows e eventos (em breve vai ter uma competição de tennis por lá) que fica um pouquinho longe do centro de Londres, mas ainda na zona 2 do metro, na estação de north greenwich, pela jubilee line. Demoramos uns 30 min pra chegar lá. Esse lugar é o máximo e merece com certeza uma visita. É uma exposição (?) interativa sobre a história da musica britânica – desde jazz & blues até as boy bands, kate nash, amy whinehouse…. Você passa por varias salinhas divididas por décadas +ou- e em cada salinha vc vê objetos dos artistas da época (briquedos que foram lançados com desenho dos Beatles, óculos do Elton John, violão do coldplay, memorabilia do sex pistols). Tem tb alguns equipamentos interativos em que você vê vídeos de entrevistas com as pessoas que fizeram parte daquela época da historia – eu vi, por exemplo, uma entrevista com vários artistas que fizeram as capas famosas de vários álbuns (dark side of the moon, sargent peppers lonely hearts club band, led zeppelin…). Tudo isso, claro, ao som dos artistas de cada época. No centro da sala há outras coisas interativas. Uma delas é um lugar em que você aprende as danças de diferentes épocas e depois vc é filmado dançando. Isso tudo fica no site e vc tem acesso com o seu ingresso que é um “smart ticket” – tem um chip que vc usa pra referencia. Tem tb um estúdio com guitarras famosas, pianos, teclados, bateria, um estúdio pra gravar voz – tudo isso pra você tocar, gravar e depois ver no site. Do lado de fora dessa exhibition, dentro da arena, tem VÀRIOS restaurantes e cafés e um cinema. Do lado de fora tb vc pode fazer parte de um vídeo clipe: te filmam dançando e mandam o vídeo pro seu email. Eu fui de “can’t touch this!” MC Hammer.

Depois, no Rock in Rio, eu tava lá!

Curtimos muito esse lugar!

Saímos de lá e, na mesma linha de metro (a jubilee) seguimos pra estação de St John Woods onde fomos à famosa faixa de pedestre da capa do Abbey Road, dos Beatles.

Placa da Rua pra provar que eu fui mesmo...

Fica MUITO cheio e é difícil tirar uma foto boa pois além de ter sempre algum outro turista atravessando junto com você, o tráfego é intenso – então mesmo que os carros parem pra você atravessar, a foto não fica perfeita pq tem um motorista mal humorado ao fundo esperando vc passar. Foram várias tentativas até sair uma mais ou menos. Mamãe foi uma heroína com toda a paciência do mundo, sentada na sarjeta tentando bater uma foto minha.

Tentativa 12 / 30

Tentativa 29 / 30 - e tá boa essa mesmo!

Como tinha mta gente, fiquei com vergonha, mas queria mesmo atravessar descalça e com um cigarro na mão direita. :o)

Depois disso não tínhamos mais nada programado e tínhamos a difícil tarefa de decidir o que iriamos fazer. Ser ou não ser, eis a questão. Decidimos ir almoçar num dos muitos restaurantes de Convent Garden. Fomos ao “Convent Garden Kitchen” onde dividimos uma salada e uma pizza. Tava mto bom, mas a atendente era meio nojentinha… não curti e mamãe cagou bolinhas pra ela.

Fomos pra lá com o objetivo de tentar um Return Ticket (ingressos das pessoas que compraram e não vao poder ir) para o Lago dos Cisnes na mesma noite. Mas não teve jeito. Não rolou. Passeamos por ali e fomos parar na rua “Long Acre” uma ótima rua de compras, cheia de lojas bacanas , algumas conhecidas, outras nem tanto. Mas valeu a caminhada. Estavamos cansadas e às sete, quando as lojas fecham voltamos. Tentando achar um ônibus, fomos parar na Trafalgar Square onde estava rolando um show comemorativo de um ano até a próxima Olimpíada que sera aqui em Londres. Vimos um pouquinho do show, mas tava caído, a gte tava cansada. Desistimos do ônibus e fomos de metro mesmo.

Deposi de descansar um pouquinho fomos ao restaurante Daphne’s – um restaurante muito chique e delicioso em South Kensigton. Comemos de entrada uma berinjela parmediana pra mim e uma salada de endívias, pêssegos, gorgonzola e nozes pra mamãe. De prato principal mamãe foi de linguado com camarão e abobrinhas fritas (lembrei da Geldra, minha orientadora do Vigilantes do Peso: pegaram a abobrinha que era amiga e fitaram a coitadinha, levando ela pro lado negro da força – mas que tava bom, tava!). Eu fui de risoto de vegetais. Tudo acompanhado de um bom chardonay e seguidos de um cafezinho supimpa! Fechamos com chave de ouro a nossa visita a Londres. Agora é Edimburgo… :o)


Responses

  1. Poxa, Teté, que passeio legal esse na arena O2. Não fomos, mas vou anotar pra uma próxima vez!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: