Publicado por: marianammachado | janeiro 25, 2009

Dia de Recoleta – Só?!

Dia 26/07/2008 – Sábado – Depois de uma noite muito bem dormida (pelo menos pra mim – O apto era super escurinho e silencioso…), preparamos nosso super primeiro café da manhã! A mala do Augusto chegou mais ou menos às onze horas. Que alívio! Havíamos planejado passear pela Recoleta, bairro onde estávamos, e partimos para o passeio.

Descemos a Av. Del Libertador, subimos pela callao, e viramos na Av. Alvear. Aqui o legal do passeio são as mansões. Lindas casas antigas, com jeitão Europeu, abrigam lojas famosas (polo Ralph Loren, Armani, etc.) e vale visitar as lojas e ficar flanando conhecendo as ruas um pouquinho. Conhecemos também o luxuoso hotel Alvear – entramos vimos o saguão e o bar (muito bonitos), mas eu não descobri onde era o banheiro (adoro invadir o banheiro de hotéis chiques e famosos. Quase uma tradição!).

Eu na Recoleta!

Não nos demoramos muito nesse passeio, pois queríamos seguir logo à região do Cemitério. No caminho, encontramos as árvores centenárias (não lembro o nome) que estão em alguns lugares da cidade. Os galhos dessa árvore crescem perto do chão e são muito compridos, por isso em alguns lugares eles colocam postes apoiando os galhos. Parada pra foto! Fomos abordados por voluntários que pediam dinheiro pra uma instituição que cuida de crianças com SIDA (a nossa Aids). Eles estão por toda parte, doamos uma vez e depois falamos que já havíamos feito uma doação.

Chegamos enfim à região do cemitério. Com a Igreja de Nossa Senhora do Pillar, o Centro Cultural Recoleta, o Cemitério e o Shopping BuenosAires Design. Estava tendo uma feirinha de fim de semana, com produtos artesanais e tal, mas sem nada demais! Passeamos por lá um pouquinho, entramos na Igreja que é muito bonita e seguimos para o cemitério.

O cemitério é realmente movimentado!!!Tem turistas, velhinhos cuidando do túmulo e crianças brincando de pique. Nem parece que tem caixão e ossinhos por ali. Não achamos o túmulo da Evita (não tinha no mapa da entrada! Como assim, ?!), mas vimos uma cena muito boa: essa velhinha aí do lado saiu de um dos mausoléus e foi andando se apoiando pelas paredes e tal. Acho que se fosse de noite eu saía correndo!
Saímos do cemitério e fomos conhecer o Village Recoleta – um shopping que só tem cinemas e bares/restaurantes. Vale mais a pena ir lá à noite! Perto dele tem também uma série de restaurantesParrillas – que oferecem aquele menu completo: churrascão, vinho e sobremesa. A gente não foi em nenhum, mas já me recomendaram o La chacrita (um que é estampado de vaquinha). Depois fomos ao Buenos Aires Design. Não andamos muito por esse shopping não. Estávamos com fome e queríamos um lanche. Acabamos comento um pão recheado na própria feirinha, com suco de laranja espremido na barraquinha! Vimos a Faculdade de direito e o Museu de Belas Artes (não entramos não…). A gente queria entrar na faculdade, mas não sabíamos se era possível.

Eu e Guto na Floralis Generica

Seguimos então para a Floralis Generica. É tudo beeeem pertinho e dá pra fazer tudo andando. A flor metálica é realmente muito legal de se ver. Tiramos foto e sentamos num banquinho ´pra descansar e observar a paisagem. Foi um momento de decisão também. Eu havia planejado um dia inteiro pra ficar na Recoleta, mas era coisa de 2 ou 3 horas e já havíamos feito tudo o que queríamos. Resolvemos então seguir para Palermo Chico – um bairro residencial com belas casinhas. Fizemos um pouco do passeio recomendado no site oficial de Turismo em BsAS .
*Esse site é muito legal. Nele você encontra vária sugestões de passeios “autoguiados” para serem feitos a pe.

Seguimos a Av. Del Libertador e vimos um monte de casinhas legais, embaixadas pomposas, foi um passeio Bonito. Chegamos então ao MALBA. Eu queria muito ir ao Malba, mas tinha deixado pra quarta-feira, pois a entrada nesse dia é gratuita. Mas, como estávamos lá e a entrada é coisa de 15 pesos resolvemos não arriscar. Estávamos beeem cansados da caminhada, então escolhemos um restaurante e paramos para almoçar.

Seguimos então para o Jardim Japonês. Só que quando chegamos vimos que estava tendo um evento lá, o jardim estava lotado de gente e tinha uma senhora cantando “My Way” em japonês. My Way em japonês ninguém merece. Brochamos e não fomos no jardim (até pq tava lotado – não ia dar pra aproveitar). Partimos para o shopping Passeo Alcorta! Na volta ligamos para o serviço de táxi do Patio Bulrich e voltamos de graça pra casa. Eu explico: o patio Bulrich oferece um serviço de transfer gratuito – do hotel pro shopping/do shopping pro hotel. Eu liguei e perguntei se levariam de shopping pra shopping e rolou! /voltamos pra casa de graça e com um motorista cheio de histórias! Descansamos um pouco no apto e fomos para o Locos por el Futbol, um restaurante temático muito legal onde partidas são exibidas em enormes telões (fica no Village Recoleta, perto do cemitério, numa região cheia de bares e restaurantes. A maioria vira boate depois de uma da manha). Vimos um amistoso do Boca com Dourados do México (1×1), comemos pizza e tomamos cerveja Quilmes. Foi um fim de noite muito legal!!!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: